InterAffairs

Sáb.11172018

Last update09:48:30 AM

Leia nesta edição:
RUS ENG FR DE PL ESP PT ZH AR

Font Size

SCREEN

Profile

Layout

Menu Style

Cpanel
Vladislav Gulevitch

Vladislav Gulevitch

political scientist, analyst at the Center for Conservative Studies in the Sociology Department of the Moscow State University of International Relations

quinta, 26 fevereiro 2015 22:13

Inteletuais ucranianos: missão malograda

A guerra sempre tem uma dimenção interna medida não com as perdas físicas, mas sim, com o estado da moral de sociedade que a guerra traz consigo, e o conflito na Ucrânia não faz uma exceção moral.

As desvalorização dos padrões morais e éticos está galopando paralelamente com a desvalorização da divisa ucraniana. A miséria do pensamento, miséria da consciência e miséria da economia, estes são os três disastres que atacaram a Ucrânia simultaneamente.  A saída deste abismo moral e econômico será nada simples, tanto mais que no palco cultural e político ucraniano não há os que poderiam tornar-se um elemento de vanguarda e um legislador de um estilo moral alto. Os representantes da inteletualidade criadora capazes disso são expulsos da política e da cultura, sua influência é proibída.

sexta, 08 novembro 2013 13:52

Lvov no gênero de notas de viagem

Lvov  – a cidade antiga a história da qual é inseparadamente ligada à  história da Rússia. No entanto hoje Lvov é associada não com a Rússia, mas com a ideologia nacionalista ucraniana. Muitas pessoas têm uma noção errônea julgando que Lvov não é apenas o centro, mas também o epicentro onde é basicamente aplicada a ideia nacionalista, mas isso não é verdade.

Ao contrário, em Lvov é possível ouvir  a fala russa com a maior frequência. Bairros monumentais antigos atraem numerosos turistas, inclusive os que vêm do sudeste da Ucrânia e da Rússia. O idioma russa é uma necessiadade prática para os habitantes de Lvov. Num café, na estação ferroviária, no teatro e na rua seus interlocutores sem dificuldade ou mesmo com prazer  vão passar para a língua russa falando com o Senhor. Com isso no entanto existe a possibilidade de ouvir palavras hostis que vai dirigir ao Senhor qualquer patriota assíduo do idioma ucraniano. Mas em Lvov  tal possibilidade é consideravelmente menor do  em outras cidades oeste-ucranianas – Ternôpol, Ivanovo-Frankovsqui etc.