InterAffairs

Sáb.08082020

Last update09:48:30 AM

Leia nesta edição:
RUS ENG FR DE PL ESP PT ZH AR

Font Size

SCREEN

Profile

Layout

Menu Style

Cpanel

A China investirá até 1,75 trilhão de iuanes (cerca de US$ 300 bilhões) para combater a poluição que afeta grande parte do país nos próximos três anos.

O número foi estimado por Wang Jinnan, vice-presidente da Academia de Planejamento Meio Ambiental chinesa, durante uma cúpula econômica realizada nesta quinta-feira em Pequim, e na qual também assegurou que o plano contra a poluição criará mais de dois milhões de postos de trabalho, segundo a agência oficial "Xinhua".
De acordo com Wang, 36,7% do investimento será destinado à indústria de "limpeza do ar", e 28,2% para o incentivo das fontes de energia renováveis. O resto será usado para temas como a melhora da qualidade dos motores dos veículos, entre outros assuntos.
O Governo chinês lançou há meses um plano quinquenal para incorporar novas políticas ambientais que combatam os altos índices de poluição que o país sofre, excessivamente dependente do carvão como seu principal fonte de energia.

 

“Diário de Notícias” 23.12.2013

No Centro analítico junto ao Governo do Federação da Rússian realizou-se a “mesa redonda” sob o tema “Assistência consultiva  aos governos: a eficiênca “dos “think-tanks”  e superação da a crise das idéias”. No foco da  discussão estiveram  “fábricas do pensamento” ou “trustes inteletuais”, sendo estas organizações de investigaçaõ científica, tanto do Estado, como  non-governomentais, e  seu papel que  está aumentando nos últimos anos.

terça, 16 julho 2013 13:15

Rússia e a APCE: as nossas perspectivas

Written by

A2 de Outubro do corrente ano, durante a sessão do Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa (APCE) foi tomada uma resolução de monitorização em relação à Rússia. Toda a nossa delegação votou “contra” porque muitas das posições nela incluídas são para nós simplesmente inaceitáveis. 

Pág. 2 de 2