InterAffairs

Sex.04282017

Last update09:48:30 AM

Leia nesta edição:
RUS ENG FR DE PL ESP PT ZH AR

Font Size

SCREEN

Profile

Layout

Menu Style

Cpanel
sábado, 21 dezembro 2013 13:32

Cúpula Europeia irá debater união bancária, segurança e situação da Ucrânia

Líderes europeus se reúnem em Bruxelas, na Bélgica para a cúpula do Conselho Europeu, que reunirá representantes dos 28 países do bloco. Entre os temas que deverão ocupar a agenda do encontro estão a crise na Ucrânia, a política comum europeia em defesa e segurança, a recuperação econômica do bloco e o estabelecimento da União Bancária Europeia.

A questão da Ucrânia – que, há semanas, enfrenta diversas manifestações em prol da associação do país à União Europeia (UE) – deverá ser um dos principais assuntos na pauta dos chefes de Estado e de governo nesses dois dias. Nesta quarta feira, o governo ucraniano firmou com a Rússia, seu parceiro mais tradicional, uma série de acordos, entre os quais, um sobre o reajuste do preço do gás importado pelos russos e outro para a compra de 15 bilhões em títulos públicos .
No último domingo, a UE havia recuado em relação à associação ucraniana e informou que voltaria a negociar com o país depois que o governo se mostrasse mais disposto. Na cúpula do conselho esta semana, apesar dessa hesitação do bloco e do acordo firmado na quarta-feira com a Rússia, a União Europeia ainda deverá mostrar disposição em ter a Ucrânia como membro.
Na tentativa de conciliar o movimento oposicionista e o governo ucranianos, o bloco deverá sugerir que haja mediação da Alta Representante para Relações Exteriores e Política de Segurança da UE, Catherine Ashton; do Comissário da UE para o Alargamento, Stefan Fule, e do Ministro de Relações Exteriores da Lituânia, Linas Linkevicius. A Lituânia é o país que preside o bloco até o final de 2013. Em 2014, a Grécia assume a presidência rotativa. Espera-se que essa proposta de mediação seja lida pelo presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy.
Em relação à política comum do bloco em defesa e segurança, os dois principais temas deverão ser o fortalecimento da aproximação entre a UE e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e a redução do orçamento europeu para fins militares, devido à crise econômica no continente. O secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, foi convidado a participar de um jantar de trabalho hoje.
O tema econômico de destaque na cúpula será a criação da União Bancária Europeia, que tem de ser estabelecida até 2016. A União compreende um sistema de supervisão, que será feito pelo Banco Central Europeu; a reestruturação do sistema de liquidez dos bancos, a cargo da Comissão Europeia; e um fundo de reserva, formado pela contribuição dos bancos nacionais, que poderão ser acessados em caso de necessidade de liquidez ou de problemas financeiros.

 

 "Diário de Notícias", 19.12.2013.

Read 771 times